Blog do Alex Steiner

Alex Steiner
sexta-feira, 22 junho 2018 /   Atitude, Procrastinação

São coisas pequenas que fazem toda a diferença.

De acordo com o livro “The 5 Second Rule” (A Regra dos 5 Segundos, em português) do autor best-seller e repórter da CNN Mel Robbins, existe uma regra simples que pode ajudá-lo a parar de procrastinar.

A regra é simples: no momento em que você tem um impulso para agir em algo, você deve agir imediatamente (ou dentro de cinco segundos). Caso contrário, seu cérebro começará a inclinar-se para a procrastinação.

Essa técnica permite que seu cérebro elimine dúvidas, medos e emoções que surgem e te impedem de seguir em frente.

Há um raciocínio científico sólido por trás desta regra dos 5 segundos

Decisões óbvias, como pular em uma piscina para resgatar uma criança que está se afogando, são conduzidas por uma parte muito rápida do cérebro (conhecida como córtex pré-frontal). Quando você salta para salvar uma criança que corre risco de vida, você é impulsionado por essa parte emocional de seu cérebro e você não gasta tempo analisando detalhes como a profundidade da água, como abordar melhor o resgate e outras coisas que poderiam te impedir.

A maioria das tarefas, no entanto, utiliza partes mais racionais do cérebro. Infelizmente, estas são as mesmas partes de nossas mentes que nos ajudaram a evitar o perigo nos tempos primitivos. Como resultado, nos aproximamos de uma planilha do Excel da mesma forma que procuramos alimentos como homens das cavernas – analisando todos os possíveis perigos por trás dela e analisando constantemente a melhor abordagem. É um processo lento e ineficiente que causa procrastinação, e o estresse só piora a situação.

A chave aqui é acabar com o ciclo de indecisão ativando as partes apropriadas do seu cérebro.

“O caminho para o sucesso é tomar uma ação massiva e determinada.” – Tony Robbins

Saboreie o desconforto

Essas ações rápidas podem chegar a te “machucar emocionalmente”. Vamos admitir que as coisas que você procrastina são coisas que você não quer fazer ou tem evitado por algum motivo.

Lembre-se de que para cada grande realização deve haver sacrifício e trabalho duro. Você nunca terá um gostinho de sucesso se não tiver experimentado sair de sua zona de conforto. É como um padrão com o qual você deve se familiarizar. Depois de superar a parte difícil, as recompensas são as melhores.

“Onde quer que você esteja em sua jornada, espero que você também continue encontrando desafios. É uma bênção poder sobreviver a eles, poder colocar um pé na frente do outro – para estar em posição de subir a montanha da vida, sabendo que o topo ainda está à frente. ”- Oprah Winfrey

Dê passos de bebê

Até mesmo os atletas olímpicos e os SEALs da Marinha dos Estados Unidos contam com pequenos passos para alcançar seus objetivos gigantescos e saírem de suas zonas de conforto. Isso porque a pesquisa de Harvard sugere que dividir seus objetivos em pequenos passos diários é a maneira mais fácil de alcançar esses enormes sucessos. É muito mais fácil dar esse salto inicial se você não estiver pensando em uma meta gigante e assustadora.

Fique longe de distrações

As distrações estão em toda parte, às vezes elas são disfarçadas de atividades que valem a pena, mesmo que elas apenas ocupem seu precioso tempo em troca de quase nada.

Gaste seu tempo com coisas que te aproximam dos teus objetivos.

Refletir sobre seus objetivos

Uma vez que você determinou o tipo de pessoa que você quer se tornar e a quantidade de sucesso que deseja alcançar, você tem razões mais que suficientes para se mexer. Tenha em mente que se você deixar de agir agora ou nessa janela de 5 segundos, você permanecerá a mesma pessoa de ontem (a menos que você faça algo a respeito).

“Se você ama o que faz e está disposto a fazer o que é preciso, isso está ao seu alcance. Valerá a pena cada minuto que você passar sozinho à noite, pensando e pensando sobre o que você deseja projetar ou construir. ”- Steve Wozniak, co-fundador da Apple Inc.

Pare de fazer várias coisas ao mesmo tempo

“Concentre-se em ser produtivo em vez de manter-se ocupado.” – Tim Ferriss

Obter uma série de coisas fora de sua lista de tarefas para fazer pode ser bom, mas não significa que você tem que fazer tudo ao mesmo tempo. Concentrar-se em uma só tarefa lhe dá mais tempo para pensar e agir nela em comparação a fazer simultaneamente com outras atividades. A multitarefa requer que você divida sua atenção, complicando seu processo de pensamento.

Se você quer fazer as coisas, escolha fazê-las e faça uma de cada vez. Não tente fazer muitas coisas, porque você acabará fazendo nada ou quase nada.

Resumo

A única maneira de combater esse hábito negativo é estar disposto a sofrer nos primeiros cinco segundos antes que tudo se torne mais leve. Se você aprender a suportar essas dificuldades iniciais para sair da zona de conforto, terá recompensas promissoras em sua vida pessoal e profissional.

Artigo traduzido e baseado no post da Elle Kaplan, no Medium.
Voltar